Minas Gerais é campeã do OPEN de JUDÔ FUNCIONAL VETERANOS 2020

Seleção Masculina

OPEN DE JUDÔ FUNCIONAL VETERANOS 2020
17/06/2020 - A Federação Mineira de Judô (FMJ) celebra conquistas inéditas no OPEN de JUDÔ FUNCIONAL VETERANOS. A competição, de âmbito nacional, foi realizada de forma virtual, iniciada em 1º de junho e concluída neste 14 de junho, quando foram disputadas as finais. Participaram das competições 218 atletas, de 23 estados do Brasil.

Vale destacar a eleição do atleta mais técnico da competição, o professor e judoca mineiro, natural de Ipatinga, Gleyson Ribeiro Alves.

O presidente da FMJ, Nédio Henrique Pereira, celebrou e atribuiu os excelentes resultados ao integral envolvimento do coordenador de Veteranos da FMJ, Sandro Almada, dos atletas, dos técnicos e da entusiasmada torcida mineira.

O evento se destacou pela impecável organização da Coordenação de Veteranos da CBJ, representada por Cristian Cezário. Durante a competição,os judocas receberam palavras de incentivo enviadas pelo presidente da CBJ, Sílvio Acácio Borges, e de diversos medalhistas em competições olímpicas, continentais e mundiais de judô. Com isso, o judô mineiro prossegue na comemoração de conquistas inéditas, como a de Campeão Brasileiro Sênior, de ambos os gêneros, em 2019”, complementou, orgulhosamente, Nédio.

Importante registrar que durante as finais no dia 13, ocorreu a participação do Judô Para Todos (JPT), que treina atletas portadores de necessidades especiais, abrilhantando ainda mais o evento. Os judocas Orlando Cherem (MG) e Breno Viola (RJ) fizeram uma demonstração de uchikomis e exercícios físicos nos moldes das disputas dos veteranos. Ao final, ambos os atletas brindaram a todos com depoimentos carregados de emoção, serenidade e esperança, num momento indescritível, tamanha a emoção. Também deram seus depoimentos líderes do movimento Judô Para Todos como Eduardo Nascimento (FMJ) e Ricardo Lúcio (JPT Nacional).

Seleção Feminina

Open de Judô Funcional Veteranos 2020
Em entrevista, Sandro Almada revelou que a ideia surgiu numa das reuniões virtuais promovidas pelas Coordenações Estaduais criadas pelas Federações, com o aval da CBJ, em abril de 2020, com a intenção de promover atividades para os veteranos neste período de isolamento social.

A ideia foi apoiada por todos e levada à aprovação da CBJ que, com aval das Federações, rapidamente foram iniciados a promoção e divulgação do evento que tomou uma magnitude da qual ninguém esperava tal da dimensão.

Além de Sandro, para coordenar e organizar o evento participaram o coordenador de Judô Veteranos da CBJ, Cristian Cezário, e os coordenadores estaduais, Alexandre Leocádio (AM), Alexandre Trindade (BA), Bruno Maia (BA), Argeu Cardoso (SP), Vinícius Grassi (SP), Paulo Merino (SP), Marco Leite (MA).

Enquanto cada coordenador estadual montava a sua seleção de M1 a M8 e F1 a F7, a Organização criava o regulamento e arregimentava os árbitros (todos CBJ). As disputas foram definidas que seriam em cinco rounds, com intervalos, e quem vencesse três rounds avançaria de fase em eliminatória simples.

Os exercícios foram montados e filmados para servirem de referência e se basearam em uchikomis sombra e exercícios físicos calistênicos (feitos apenas com o corpo), como, por exemplo, agachamentos, polichinelos, flexões de braço etc.

Comissão Técnica

OPEN DE JUDÔ FUNCIONAL VETERANOS 2020
Para definir a seleção mineira, Sandro falou do apoio intrínseco do presidente da FMJ, Nédio Henrique. Primeiramente buscaram contatar atletas filiados à FMJ que vinham participando dos eventos anteriores e, também, contaram outros interessados via o canal Veteranos do Instagram (@judomineiro_veteranos) e grupo de WhatsApp aberto, da qual participam cerca de 250 veteranos.
 
Confira a composição da seleção mineira, de ambos os sexos.

Masculino:

M1: Ricardo Fagundes Sousa e Wesley Lopes da Silva, ambos do Barroca/Judocon
M2: Adriano Rodrigues de Souza e Luís Martins de Souza Garcia, ambos do MTC
M3: Luiz Andres Guimarães Fossati, Holístico e Cristiano Nazareth Lara, MTC
M4: Gleyson Ribeiro Alves, Esporte Sem Fronteiras e Marcelo de Melo Mendes, Adevibel
M5: Fábio Teixeira Neto e Marcio Henrique da Silva, ambos do Barroca/Judocon
M6: Esley Barbosa de Carvalho e Fernando Antonio N. Galvão da Rocha, ambos do MTC
M7: José Ely Rasuck, MTC e Henrique Carvalho Bachur, Barroca/Judocon
M8: Wilson Correa, Estrela do Oeste

Árbitros

OPEN DE JUDÔ FUNCIONAL VETERANOS 2020
Feminino:

F1: Kátia Aparecida Ribeiro de Souza, Salgueiro e Shirley M. Brandão Silva, Barroca/Judocon
F2: Deanne Silva de Almeida, Adevibel e Janaína B. de Campos Antunes, São Geraldo
F3: Jeane Menezes Alves, Col. S. Agostinho
F6: Maria Aparecida Oliveira Martins, Avança Judô
F7: Maria Graciete Cerejo Brasil, atleta convidada da FMJ

O resultado final da seleção mineira, além de inédita, foi surpreendente. Por classe, os resultados ficaram assim: 1º lugares: M2, M4, M8 e F7; 2º lugar M7; 3º lugares: M5, M6 e F6; 5º lugares: M1 e F3 e 7º lugares: F1 e F2.
 
Finalmente, Sandro ressaltou que o Judô é um esporte inclusivo e apaixonante, capaz de se reinventar num momento tão conturbado como esse, e que uma equipe unida e motivada consegue realizar muito.

Para ele, ficou um gostinho de "quero mais" e a certeza de que juntos é possível construir um judô mineiro e brasileiro melhor, mais forte e mais unido.

A FMJ, em alinhamento com a CBJ e demais Federações, também criou a sua Coordenação de Judô Veteranos

Open de Judô Funcional Veteranos 2020
As disputas do OPEN de JUDÔ FUNCIONAL VETERANOS aconteceram em reuniões virtuais por meio do aplicativo ZOOM, onde participavam os atletas, dois mediadores e quatro árbitros (dois para cada atleta) e eram transmitidas ao vivo para o canal Judô Veteranos Brasil no YouTube.

Todas as disputas estão gravadas no YouTube para quem quiser assistir ou rever é só clicar no link abaixo.


Confira os resultados finais, em PDF.