KATA: História, Fundamentos e Objetivos

Preservar a essência do “Caminho Suave

KATA: História, Fundamentos e Objetivos
21/10/2020 - Quando falamos em Kata, usamos a etimologia da palavra para refletir a importância dela na base do judô.

Kata significa “forma” e tem, como principal função no Judô, resguardar o estilo original das técnicas, preservando, assim, a essência do “Caminho Suave”.

Histórico do KATA

KATA: História, Fundamentos e Objetivos
No Japão, a educação física foi baseada no método escandinavo.

 Ponto positivo: esse método foi eficaz na melhoria da educação física;

 Ponto negativo: os movimentos não tinham objetivos reais.

Kano-sensei queria desenvolver algo semelhante ao método escandinavo.

O foco era para melhorar a saúde, mas, além disso, os movimentos também teriam  objetivos, como o desenvolvimento de ações que poderíamos usar como autodefesa.

Esta é a ideia central por trás das ideias de Kano-sensei.

O objetivo do judô Kodokan é criar e oferecer um sistema educacional.

Kano-sensei disse:

"A educação é a coisa mais importante da vida

O objetivo final do estudo do judô é treinar e o de cultivar o corpo e mente através da prática de ataque e defesa e, assim, dominar o essencial da arte, alcançar a perfeição de si mesmo e trazer benefícios ao mundo.

Cultivar o Corpo e a Mente

KATA: História, Fundamentos e Objetivos
Depois de definir o que é o judô, foram determinadas quatro formas complementares de aprender o judô.

1. Randori - exercício de livre oposição entre dois parceiros;

2. Kata - "forma" de coreografia detalhada dos movimentos de artes marciais;

3. Kogi - leituras na frente dos alunos;

4. Mondo - Discussão com perguntas e respostas.

Originalmente, quando eram praticadas as artes marciais, havia apenas o ShinkenShobu (combate real).

Essa técnica marcial era praticada com armas reais, sem proteção e muito perigosa.

Por isso, foram desenvolvidas maneiras de se praticar menos perigosas do que o ShinkenShobu.

Coordenação Estadual de Kata Federação Mineira de Judô

Sensei Márcio Silva - Colaboração Sensei Vladimir Freitas